BEM-ESTAR

Saúde do homem: é preciso pensar preventivamente

Saiba por que o homem deve ir ao médico

“Temos que quebrar esse paradigma de que tratamos só pessoas doentes”
Saúde do homem, Novembro Azul, prevenção
Crédito: Paulo Pinto

A saúde do homem, assim como a da mulher, precisa ser pensada preventivamente. Ele deve realizar consultas de tempo em tempo para avaliar sua saúde, mesmo que sintomas específicos não estejam aparentes. O alerta é feito pelo médico clínico Paulo Mascarenhas Mendes, vice-presidente da SBCM – Sociedade Brasileira de Clínica Médica, regional Minas Gerais.

Mendes lembra que, culturalmente, as brasileiras procuram seu ginecologista para a realização de exames preventivos todo ano. Assim, elas acabam tendo um respaldo nesses médicos para outras queixas diversas. Continuar lendo “Saúde do homem: é preciso pensar preventivamente”

BEM-ESTAR

Saúde do homem

Brasileiro vai a médico, e não faz exame de próstata

Para urologista, é preciso criar a cultura do “médico do homem”
Saúde do homem, cãncer de próstata, Novembro Azul
Crédito: Arquivo

Nos últimos seis meses, 74% dos homens brasileiros foram ao médico. A maioria deles (54%) se consultou com um clínico. E, apesar de 32% conhecerem alguém próximo que teve ou tem câncer de próstata, apenas 10% realizaram o exame preventivo.

Os dados estão na conclusão de pesquisa do Instituto Lado a Lado pela Vida – divulgada na Campanha Novembro Azul, que alerta para a prevenção do câncer de próstata.
Os números são preocupantes, afirma o médico urologista Archimedes Nardozza Júnior, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). “O câncer de próstata é o segundo mais frequente entre os homens, atrás apenas do de pele”, explica. Continuar lendo “Saúde do homem”

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Medicamentos – troca

A cada 4 brasileiros, 3 compram remédio sem receita

E 44% trocam o medicamento no balcão da farmácia
Troca de remédios no balcão da farmácia pode trazer riscos à saúde
Crédito: Kaboompics

Três em quatro brasileiros que vão às farmácias comprar remédios o fazem sem receita médica. É o que aponta pesquisa feita pelo Ifepec – Instituto Febrafar (Federação Brasileira de Farmácias) de Pesquisa Continuada. “A compra de medicamentos sem receita é um sério problema que afeta a prática da medicina no Brasil, englobando todas as áreas”, alerta o médico clínico Pedro Nogueira Duarte, membro da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, regional Minas Gerais. Continuar lendo “Medicamentos – troca”